Os espaços de aprendizados da vida selvagem

Hoje, vendo a publicação da minha querida amiga Celine Filhó sobre o idolatrado Sam (golfinho Tursiops truncatus - tendo Estádio com seu nome), que muitas pessoas tiveram o prazer de: conviver com ele, tentar compreende-lo e, de admirá-lo, me faz pensar o quanto estes espaços de aprendizados da vida selvagem como: aquários, oceanários, zoológicos, centros de reabilitação, etc, são importantes. Estes centros possuem como premissas básicas: educação, pesquisa, conservação e lazer. Os mesmos contribuem para a preservação de espécies baseado num conhecimento multidisciplinar, uma vez que essas equipes são formadas por técnicos especializados naquilo que amam fazer e defender. 

Karina Massei

Doutoranda do Programa de Desenvolvimento e Meio Ambiente - PRODEMA/UFPB Membro do Laboratório de Estudos e Gestão em Água e Território - UFPB Universidade Federal da Paraíba - UFPB Diretora Técnica do AQUÁRIO PARAÍBA

#educaçãoambiental